segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Hoje o desabafo é meu!!!

Bom, acabei de ler o post da Djuli...
A 13 anos pinto o cabelo colorido... Roxo, azul, verde, rosa, todos os tons e cores possiveis meu cabelo ja foi, o orkut que o diga, isso porque só a pouco tempo tenho camera pra registrar...
Mas essa semana, em especial, nunca me senti tão chateada e jamais esperei uma atitude tão cruel por parte das pessoas que, justamente acham o fim do mundo o preconceito com a diferença...

A Marcely só faltou chamar a minha mãe de caminhoneira, com o apoio de "N" pessoas que tambem fizeram o mesmo...
E por incrível que pareça, olha de onde veio o maior preconceito: Das proprias coloridas...
Tudo porque estou com a minha cor natural de cabelo, castanho...
Só por isso...
Logo as pessoas que mais deveriam ser contra essa questão tambem mostram que não são tão diferentes assim dos mediocres que nos criticam e mexem conosco na rua por termos um estilo diferente e exotico...

O fato de eu parecer mais uma na multidão mudou meu carater???
Mudou a minha pessoa??
Deixei de gostar de vocês por conta disso??
Acho que não, por mais chateada que eu tenha ficado com uma atitude tão boba e infantil vinda da parte de algumas de vocês...

Quando usei a expressão "mais madura", foi o fim do mundo...
Michael Jackson não se sentiu mais gente quando ficou branco, viu Marcely, porem, ele deve ter se sentido melhor com ele mesmo, e foda-se quem achou bizarro e exotico, o cara fez o que ELE quis fazer e foi feliz assim, e não é uma questão dele ter, de fato, se tornado um branco, é a questão de que ele se sentiu melhor...

Eu nem me lembrava mais como era andar na rua sem ouvir pelo menos 10 gracinhas maldosas e ofensivas indo pro trablaho, no mercado ou indo pro inferno que fosse... Passei 13 anos mais que habituada a isso, porque sempre gostei de ser diferente, seja nas roupas, no cabelo, em tudo...
E continuo assim... Apenas me cansei, do mesmo jeito que algumas se cansaram de certa cor e mudaram...
A diferença é que meu cabelo ja foi o catalogo da Exotic inteiro esse ano, e simplesmente nenhuma cor me encantou pra passar 1 longo e inteiro ano com ele dessa cor, decidi voltar a minha cor natural, que não é super legal feito o azul da Marcely, o verde da Val, ou o vermelho da Djuli, mas que foi a cor que eu quis pintar...

Eu quero ter um cabelo saudável e bonito, porque não adianta ter um cabelo colorido mas podre, acho uó, feio, ridiculo, cabelo bem cuidado é bonito de qualquer cor, mal tratado fica horrivel de qualquer jeito...

Talvez possa parecer ofensivo, mas me surpreendi como as pessoas fazem demagogia de uma coisa e na realidade são preconceituosas da mesma forma que as outras pessoas são com as pessoas diferentes...
Se ofenderam porque usei o termo "normal" pra me referir a minha nova aparência, mas quer queira, quer não, verde limão, vermelho nuclear, rosa choque, não é muito habitual de se ver, ainda choca e causa espanto em muita gente...

Eu meio que, me exclui do grupo, porque não é agradável ouvir que você é isso ou aquilo, ou ficar sendo achovalhada por uma coisa dessas, então, antes que eu escute coisas do tipo: "Morra careca", "Tomara que seu cabelo caia todo só porque não é mais colorido" ou sabe-se lá o que mais, eu prefiro continuar de boa, no meu canto...

Só acho uma pena as pessoas se lamentarem porque foram ofendidas, perseguidas, humilhadas, satirizadas por pessoas mediocres que não sabem entender o que é diferente e não notarem que elas simplesmente fazem o mesmo por quem simplesmente quis ser blazè novamente...

Esse foi o meu desabafo, sem indiretas, porque não sou disso, cheio de sinceridade, e espero que um dia, todo mundo mude suas mentes, seja pra aceitar o diferente ou pra aceitar aquilo que é normal...

3 comentários:

Djuli disse...

Eu escrevi o desabafo por um motivo simples: eu realmente nao acho que esteja diferente a ponto de chamar atençao.

Estou num intermediario entre ser comum e ser colorida.
E é isso que nao entendo: nao facilito. A intolerancia chegou a um ponto que as pessoas inventam motivos pra implicar.

Queen, pelo menos entenda que da MINHA parte eu te entendendo e apoio. Tambem tive meu tempo usei preto por mais de 2 meses. Isso nao faz 1 ano. E se voce quer saber, nao vi tanta dirença.
As pessoas me olham estranho do mesmo jeito.

Fiquei outros meses usando loiro e ruivo comum. Quase seguido.
Nao usei colorido a vida toda. Pelo contrario: na faculdade tive que parar por conta dos estagios e atividades extra-curriculares.
Poxa, me formei nao tem 4 meses.

Pintei o cabelo pra colaçao.

Logo, nao, voce nao mudou nada por causa disso e foi exatamente o que eu defendi por lá. Quem disse que mudou foi voce! d:-P

No mais, é só uma tinta. Pra mim nao faz a menor diferença porque eu sei como é os dois lados. E voce ainda escolheu outra cor, que TE faz sentir uma pessoa melhor. Eu nao tive essa sorte.

Posso ser sincera?! Acho que houveram alguns erros no tom do topico. Por isso deu tanta confusao.
Nao apenas do seu lado, mas de todos.

No mais: Ahn, tenha paciencia. Lamentar!? Fiquei puta e escrevi sobre isso. Nao lamentei coisa alguma, apenas comentei.
Meu unico problema foi voce ter comentado que ficou mais madura, porque de fato eu discordo.
Cor de cabelo nao muda essas coisas.

O resto eu te dou motivos e ate concordo. Simples.
Por mais que voce naob acredite.

Djuli- Thats what she said disse...

E outra: cabelo cresce e fica bom de novo.

É cabelo!
Que diferença faz o que voce usa nele?!

No final nao somos todos seres humanos?!
Cara, na nossa situaçao economica/politica/todo o resto atual, cabelo é o menor dos problemas. Isso se for considerado um, é algo tao bobo (pra nao dizer futil).

Por isso que nomiei como desabafo: na hora eu fico revoltada mas depois eu lembro que a vida vai muito alem disso...^^

Marcely disse...

Bom, eu acho que o Michael Jackson mudar de cor não é mesmo aceitável. Poxa, renegar a própria cor da pele pra viver do jeito que ele vivia, quase um boneco de cera frágil? E por quê? Por um auto-preconceito que ele acabou engolindo da sociedade e justificando.
Fico puta com essas coisas, uma pessoa de fora, um branco ter preconceito é uma coisa, agora o próprio negro aceitar e compactuar com isso é dose...

E, sim, eu realmente fiquei brava com você, não porque você ia mudar pra qualquer cor, você me surgiu falando de hennê, que não sai do cabelo nem com reza. E poxa, eu to cansada de sempre, todo dia alguém aparecer no chat/comunidade reclamando que fez isso e quer voltar... E fazer isso pra melhorar o cabelo é simplesmente CONTRADITÓRIO, porque é tinta do mesmo jeito e depois pra tirar fode mais ainda.
Mas, ok, seu loiro ficou bom. Eu não tenho NADA contra loira, castanha, seja o que for. O Eros tem cabelo castanho, uai!
O problema pra mim é o argumento sobre maturidade e a desculpa de que "isso melhora o cabelo", que não colava. Só bem depois você veio com isso de que não tava aguentando mais nenhuma cor, aí é outra história... Agora dizer que pintar de cor fantasia estraga o cabelo, é reproduzir uma falácia que eu até aceito em quem não conhece, mas em quem pinta sempre me deixou puta.