quinta-feira, 25 de junho de 2009

Para não dizer que não falei de cores…



Como vou começar a minha nova pós graduação amanhã (Já estou na 3ª), resolvi ir nas lojas Americanas fazer umas comprinhas básicas de material escolar que estava faltando aqui em casa!

Ao adentrar a loja eu já fiquei imaginando os olhares curiosos, os apontares de dedos, cochichos de velhinhas conservadoras e crianças me olhando encantadas!
Depois de uns 5 minutos percebi que nada disso acontecia!
E fiquei a me perguntar, qual o motivo?

Logo depois ao passar por um espelho eu percebi a razão!
Eu voltei a ser uma pessoa que todo mundo diz ser "normal"!
Cabelos vermelhos/acobreados (Mesmo que desbotados) ao invés do cabelo vermelho chiclete, roxo fanta uva e Pink.

Aí que eu me dei conta.. Não era mais uma pessoa tão colorida assim!
Exatamente por isso voltei a ser mais uma da imensidão programada de pessoas!
Na hora me veio uma vontade de chorar (E voltar p/ o colorido, mas se quizer continuar c/ o namorado não posso nem sonhar em fazer isto) e me esconder num provador!
Enfim... Traumas da Cromofobia!

Mas o post de hj não é sobre a esta fobia... É sobre as cores e a sua terapêutica!
É uma reflexão de como as pessoas percebem as cores ao redor!
Já que cada cor remete a uma sensação, etc!

Segunda a Wikipedia: A cor é uma percepção visual provocada pela ação de um feixe de fótons sobre células especializadas da retina, que transmitem através de informação pré-processada no nervo óptico, impressões para o sistema nervoso.

Culturas distintas podem ter diferentes significados para determinadas cores. A cor vermelha foi utilizada no Império Romano, pelos nazis e comunistas. Usualmente é também a cor predominante utilizada em redes de alimentação fast food. O vermelho é a cor do sangue e naturalmente provoca uma reação de atenção nos indivíduos.
Outras cores possuem significados diferentes em culturas diferentes, como por exemplo o luto.

Para a Cromoterapia as cores significam:

O VERMELHO – tem ação orgânica altamente estimulante, que ajuda a restabelecer a energia vital e a abrir o apetite. É uma cor recomendada em certos casos para os asténicos e hipotensos (aqueles que têm pressão baixa).

O LARANJA – é favorável para os depressivos, estimula os batimentos cardíacos, o metabolismo ósseo e o digestivo.

O ROSA - Ativa a energia amorosa, elimina impurezas do sangue

O AMARELO – atua estimulando o intelecto, o metabolismo ósseo e ajuda nas disfunções hepáticas.

O AMARELO FORTE - Fortifica o corpo e age em tecidos internos

o ÍNDIGO - Anestésico, coagulante e purificador da corrente sanguínea, limpa as correntes psíquicas

O VERDE – pode ser usado para transmitir equilíbrio e tranquilidade. Estimula a função hepática e a cicatrização de tecidos.

O DOURADO - Concede a influência do Sol, dando ânimo e exaltação, representa a opulência e a riqueza.

O AZUL CLARO – tem ação relaxadora sobre os nervos, melhorando a ansiedade e a hipertensão (pressão alta).

O AZUL PRÚSSICO – (Não sei que cor é esta) ajuda na recuperação dos processos infecciosos, atuando como analgésico e sedativo.

O VIOLETA – muito utilizado como anti-séptico (raios ultravioleta) e regenerador tecidual, principalmente nos tumores e sistema nervoso.

O PRATEADO - concede a influência da Lua, proporciona mistério, magia, receptividade e uma natureza mais feminina.

O BRANCO - soma de todas as cores - representa inocência, pureza e paz

O PRETO - ausência de cor - apesar de ajudar a esconder gordurinhas indesejáveis absorve a negatividade do ambiente e representa, luto, tristeza e mistério.

Os efeitos psicológicos das cores sobre o sistema emocional do indivíduo são marcantes. Quando se usa o vermelho para pintar as paredes, chama-se a atenção, mas a sensação desencadeada é desagradável de opressão e peso, o que é desaconselhável a quem tem claustrofobia. Mas ao mesmo tempo sabe-se que é uma luz poderosa que estimula os batimentos cardíacos, excita e que activa a concentração. Quem é que não reparou na atenção que essa cor desperta na criança pequena ou no "marmanjão" quando vê uma "dona" vestida de vermelho?

Já o azul e a turquesa são cores frias que criam ambientes agradáveis e calmos que propiciam ao relaxamento.

A cor preta e a branca são cores extremas que têm a potencialidade de absorver ou reflectir toda a cor. Usadas de uma forma monocromática são desagradáveis, precisam de alguma outra cor para contrastar e equilibrar a visão.

A cor violeta psicologicamente age como protectora e relaxante. Estimula e instaura o equilíbrio orgânico. Já o verde, apesar da beleza e integrar o individuo à natureza, é terapeuticamente uma cor morta. A luz pura remete a pessoa ao passado, não é aconselhável ao triste e deprimido.

O laranja alegra, estimula o movimento e a acção. Nos ambientes de trabalho deve ser bem orientada, na medida do que se espera naquela função, pois facilita também os acidentes.

Mas qual o motivo das pessoas agirem de forma estranha com o colorido?
Elas estão acostumadas a viver na sua "Matrix"!
E cada ser humano (Assim c/ o agente Smith) prefere permanecer na ignorância a enxergar as possibilidades da vida de uma forma alegre e descontraída.

Preferem os problemas às soluções!
A dor à alegria!
A certeza à eterna dúvida sobre a vida, o universo e tudo mais!
E acabam levando uma vida chata, cheia de restrições, sem grandes aventuras apenas passando pela vida e não vivendo a sua história!
Sem pensar que algumas cores, além de serem lindas, podem nos ajudar!

4 comentários:

Luana Lopes disse...

ahh..me bateu uma dorzinha no coração só de pensar que um dia terei que deixar de ser colorida :(

poxa...realmente dá vontade de chorar :(

Queen of Madness disse...

Só uma coisa...
É meio paradoxo dizer que branco é a soma de todas as cores e o preto é a ausencia, porque se vc misturar todas as cores, vc vai chegar no preto e se vc não colocar cor nenhuma, vai ficar branco...

Ô_o

Marcely disse...

"Já o azul e a turquesa são cores frias que criam ambientes agradáveis"
correção: ambiente e PESSOAS agradáveis, ficadica xD

poxa, eu acho triste você ter mudado. se eu tenho pretensão de mudar algum dia? nem um pouco. não prejudicou meu trabalho, eles estranham e podem até achar ridículo o modo como me visto, mas eu tenho confiança no meu gosto e no que sou e me divirto sendo assim. não mudo isso nem por decreto.

Isaque Cezarino disse...

Queen of Madness,

De forma alguma se você misturar todas as cores vc vai ter preto, devemos lembrar que essa mistura deve ser em valores exatos de todas as cores do espectro.

Com um simples disco de Newton podemos observar que misturando as cores do espectro teremos branco, caso fique cinza as quantidades não estão corretas, e para observamos o contrário, branco se decompondo em várias cores, vai precisar de um prisma de vidro, - já viu essa imagem na capa do disco de uma banda internacional? - em um CD e no orvalho tambem observamos a decomposição do branco.