sábado, 6 de junho de 2009

Progressivas, relaxamentos e alisamentos

Progressiva, chocolate, chocolate com menta, pitanga com cacau, morango com chocolate, marroquina, chapinha japonesa, chapinha americana, escova definitiva, recondicionamento térmico, escova de verniz ou quem sabe alisamento, relaxamento, amaciamento, defrisagem, photon hair, escova inteligente, hennê, alisa e tinge…

Quantas vezes você foi a um salão e se deparou com um destes termos ou até mesmo com outros? Quantas vezes não te ofereceram algo no salão que você jamais imaginou existir nem nos seus mais belos sonhos?

Cabeleireiro tem uma imaginação fértil para nominações e cria vários nomes para serviços similares. Hoje iremos tirar algumas dúvidas a respeito de texturização capilar que é a arte de mudar a forma do cabelo.

Ao longo dos séculos o cabelo sempre foi alvo de especulações e mudanças, desde o penteado que sempre foi popular entre os nobres, até as transformações de cor e forma que são tão antigas quanto se possa imaginar, pois até no antigo egito as mulheres já usavam corantes naturais para mudar a cor de seus cabelos .

Porém com o avanço da tecnologia e da ciência novas técnicas para domar o cabelo surgiram e com o passar dos anos diversos tipos de alisamento surgiram. Primeiro trababalhamos muito com o Relaxamento que tinha por base principal o hidróxido de sódio, ele conseguia baixar o volume e em alguns casos até alisá-lo, mas em contrapartida reagia bastante mal em contato com colorações e mechas com base de amônia. Visando melhorar isso surgiu o Alisamento a base de tioglicolato de amônia, a mesma base da maioria da coloração portanto menos prejudicial. Durante vários anos as técnicas de alisar e relaxar foram as que mais preocuparam os cabeleireiros, porque sem dúvida eram os serviços que mais danificavam os cabelos e deixavam os cabelos muito secos e quebradiços basicamente porque estes dois componentes deformam a estrutura interna do fio, modificando sua textura e forma. Em meados dos anos 90 surgiram as Escovas progressivas de formol , após a descoberta de que o formol poderia plastificar o cabelo retirando sua umidade e conservar a forma por um período, acabou virando febre até sua proibição pela Anvisa em maio de 2007. Após essa proibição surgiram diversos tipos de produto com derivados do formol em porcentagens diferenciadas e com produtos para limitar o cheiro e nutrir o cabelo. Antes só se utilizava queratina com o tempo passou a se utilizar chocolate, cacau e todas essas variações que citamos acima para criar produtos exclusivos. Nesta década surgiu o Photon Hair um tratamento com photon que seria basicamente um tipo de calor e luz que faz com que os componentes do alisamento ou relaxamento ( no caso tioglicolato de amônia) penetre mais profundamente na fibra. A Escova Inteligente tem esse nome porque da mesma forma que o formol agia progressivamente no cabelo neste metodo se agrega partículas a cada aplição fazendo com que a cada retoque o cabelo fique mais liso. A Chapinha japonesa, alisamento japonês, recondicionamento termico, thermo liss são basicamente alisamentos a base de tioglicolato de amônia com neutralização feita após a texturização do cabelo com escova e piastra ( ou chapinha ). Surgiu na Turquia e ficou muito popular na Coreia, chegando rapidamente a Japão de onde se popularizou para o mundo e evoluiu com a denominação de alisamento japonês.

*Minha opinião: Pra mim, esses métodos mudam de nome, mas são basicamente as mesmas substâncias. Para quem descolore e tinge o cabelo, isso é um risco ENORME! O meu cabelo, que não cai por nada no mundo, ficou bem desfalcado quando fiz definitiva da L'oreal, o X-Tenso para cabelos loiros, que tem como base o tioglicolato de amônia. Minha mãe ficou careca fazendo alisamento com essa substância também, portanto, lembrem-se: química de amônia não é muito compatível com outras químicas. O formol, mesmo proibido em dose necessária para alisamento, é a única química realmente compatível com descoloração. E realmente alisa.

*Dica Pessoal: Pra quem não tem o cabelo muito enrolado, apenas ondinhas, ou mesmo quer tirar o volume dos cabelos, use queratina. Gente, esse produto é simplesmente milagroso, recupera o cabelo quando está destruído de descolorações e ainda dá uma boa alisada sem estragar. Consiste basicamente em lavar com shampoo anti residuos (não obrigatoriamente, mas ajuda) aplicar o creme carga de queratina da keramax, ou mesmo a queratina liquida misturada com um leave in nos cabelos ainda umidos, deixar secar ao natural ou com secador, e depois, passar a chapinha. *Não vai alisar do dia pra noite, e pra quem não tem cabelos descoloridos, cuidado com o exagero, pois a queratina em excesso deixa os cabelos uma palha!


2 comentários:

Viviz - Wicca® disse...

Cara eu uso a escova marroquina!
E além de tirar o frizz e deixar o cabelo mais fácil de pentear ela hidrata o cabelo horrores!

Principalmente pq tem proteínas da seda e cacau na fórmula (Pelo menos na original Nouar - Sem adulterações póstumas)!

Eu ainda adiciono formol a mais (Já que ela só tem o permitido pela Anvisa) - cerca de 3ml p/ dar uma alisada melhor no cabelo!

e olha o efeito dela no frasco diz 40 dias!
Mas em mim dura 4 meses brincando!

Princiaplemten pq eu faço logo depois de descolorir!
Que além de alisar melhor ela ainda recupera o cabelo!

Raki. disse...

e viva o formol proibido pela anvisa! \o/