domingo, 5 de abril de 2009

Momento Blogs e padroes de comportamento!

Fiquei um tempao sem saber que assunto desenvolver. Pensei em dezenas de coisas, mas nenhuma pareceu adequada pra um domingo chuvoso.

É, escritor tem isso! Por mais que tenham textos prontos, se olhar pela janela e nenhum inspirar, nao adianta: ficam no rascunho, parados esperando uma oportunidade.

Pensei em escrever sobre comportamento. Sabe, muitos blogs atualmente (inclusive pessoais) seguem essa linha. Perdi a paciencia com a maioria.
Porque alguem se dá ao trabaho de fazer auto-promocao por algo particular?! Confesso que estou ficando velha pra ler essas coisas, principalmente quando ha ocorrencia de certas frases "Nao vou entrar em detalhes", "E entao voce ja pode imaginar...", "Entao fomos pro quarto e enfim...!".
É, a grande maioria com enfase numa pseudo-vida sexual que, vamos combinar?! No one cares!

Já dei muita risada com diversos blogs assim: o carinha vai lá, poe essas frases na tentativa frustada de disfarcar o que aconteceu, mas piora consideravelmente a situacao!
Ahn, qual é!! Acha que engana quem com "voce deve imaginar o que aconteceu...".
Na boa: voce imaginaria algo que nao fosse de cunho erotico? Frases assim sao feitas pra isso!

O problema de se expor alguma situacao que envolva comportamentos é simples:

-A pessoa ira necessariamente falar apenas de si.
Okei, confesso ter o minimo interesse em certas coisas (principalmente se a pessoa mal fala comigo!) mas precisa ter um limite. Alguns fatos as pessoas nao DEVEM saber!
Seja porque causa aborrecimento, seja voce voce ira se mostrar um completo idiota, seja porque socialmente falando ninguem de fato quer saber mesmo, o famoso e classico:"Too much information!".
Há uma discreta diferenca entre "fofoca" e "saber demais". E convenhamos: saber demais é algo que nem sua mae quer.

Eu entendo perfeitamente a logica em ter um blog pessoal. Todas as meninas aqui tem, eu tenho e fica tudo bem. Porem NENHUMA de nós os promove como verdade universal.
Chega ao ponto de sequer ter comentarios, afinal nada mais é que um desabafo.
Meu argumento é em relacao a pessoas que escrevem sobre si e tentam te convencer que: aquilo é legal e deve ser seguido como um manual, aquilo é pessimo e voce nunca deve fazer, é aquilo que acontece independente de qualquer coisa.
Na boa: Alguem leva isso a serio?

-A pessoa ira generalizar ou mencionar poucas excecoes.
Ceus, blogs mais populares sobre comportamento sao assim...De testar a paciencia.
Parei de ler varios, especialmente alguns escritos por garotos porque os caras tinham a falta de consciencia de mencionar os proprios amigos em generalizacoes, citando NOMES!
Cara, eles nao levavam em conta as diferencas biologicas e pessoais de quem eles já conhecem, agora vamos imaginar esse ser comentando de uma garotinha que conheceu na balada.
Já li dezenas de teorias sobre "garotas de balada e como saber o que elas querem só de ver a cor da blusa!".

Para eles é impensavel que a garota vá de calca porque ta frio e de saia porque ta quente. Precisa ter um motivo cientifico e filosofico para o tipo de calca, a forma de sapato e o cumprimento da saia. Cheguei a me deparar com coisas: "Se esta acima do joelho ela só quer dar ums beijos. Se for abaixo e ao dancar ela mover a perna de modo a fazer circulos, ela quer ir alem".
Voce ta rindo mas eu passei MESES lendo essas teorias absurdas de caras que tem o "dom" de adivinhar pensamentos nas baladas conforme a cor da meia calca.
A impressao que tenho é que esse tipo simplesmente nao convive com mais nenhuma garota em outro meio qualquer porque nao tem cabimento supor o que a garota quer de acordo com sua roupa num local escuro e cheio de fumaca.

Sabe aquele pensamento boboba de ALGUNS adolescentes "ahn, porque é roqueiro veste preto e porque é paty usa salto"!? Agora, imagine isso ampliado para mulheres!

O mais curioso?! Mulheres leem e acham lindo! "Nossa, voce realmente nos entende!".
É só ler os comentarios. A maioria acha o cara tao incrivel por ter um blog que restringe os tipos de mulheres (e sim, ha um MANUAL pra identificar!!) que enviam e-mails com fotos, marcam encontros...

Pois é, meu querido! Ja fica ai a dica!

Tive a oportunidade de ler alguns com cunho feminista. O formato nao muda tanto, tende a ser a mesma ladainha: "Olha, caras de baladas nao prestam, só querem te pegar! Se voce quer namorar invista num do do hip-hop".
Isso quando nao comentam dos encontros e das atitudes que os caras tiveram em determinadas situacoes, como se todo cara quisesse comer pudim de chocolate apos o jantar ou só assistisse filmes com explosoes.

Ou seja: acaba-se criando padroes, mesmo dentro de excessoes e generalizacoes!

Sao apenas alguns dos motivos pelos quais ao meu ver escrever sobre comportamento é tao incrivelmente complicado. Por mais que voce discorde, as pessoas sao imprevisiveis!

É implicancia da minha parte?! Ler o blog de um grupo de garotas cujo objetivo é testar alguns caras em diversas situacoes ou um cara comentando suas investidas sexuais e "porque as morenas fazem isso na cama e nao gostam daquilo".

Provavelmente esse é o problema! Soa como as dicas da Capricho que trata as duvidas e as resportagens como uma questao matematica: "é assim, por isso e a solucao é essa!".
Ao escrever sobre comportamento esquecemos de que o nosso proprio é variante! E como diabos um blog/ revista/ jornal/ meio de comunicacao qualquer quer se mostrar dono da verdade ditando acontecimendos que muitas vezes sequer sao comuns?


O que quero dizer com tudo isso: se atente ao que voce le! Um blog publico deveria incentivar a reflexao e pensamento proprio e nao ditar regras e manuais. Poxa, ja tem tanta besteira no mundo, pra que usar um espaco em que voce pode mostrar algo legal pra desenvolver uma porcaria?

Claro, todos gostam de saber besteiras de vez em quando, é engracadinho olhar Kibe loco, te dou um dado? e similares. A gente precisa se desligar! Mas recuse padroes.
Em respeito a si mesmo!

As pessoas por mais que tenham tudo em comum sao diferentes. Inclusive voce!
d:-)

Dica: nao leia blogs pessoais, em forma de diario. Aqueles em que a pessoa conta a propria vida. Costumam ser desabafos ou uma maneira tosca de auto-promocao. Eu ja e aborreci demais com isso, de ficar doente e ter crises de depressao por ter lido coisas que eu nao deveria saber.
Só acompanhe se for seu amigo e se a pessoa te pedir pra ler. Do contrario, passe longe.

Ate porque muitas vezes o conteudo sequer é verdadeiro! Pra que perder tempo e paciencia?

Tem tanto blog muito bacana por ai! Seja mais exigente!
A humanidade e seu conhecimento agradecem!

d:-D

Obs: Fui no Pillow fight ontem e estou quebrada!!
Ceus, como engana! Aquilo cansa demais! d:-P


5 comentários:

Marcely disse...

eu também estava pensando em escrever sobre padrões de comportamento, uma crítica, claro. Mas mais voltado pra moda mesmo =P

Cherry disse...

ah, padrões, regras...
isso nunca tem como ser regra. ngm conhece tanta gente pra saber ao certo cada tipo. Jajá inventam: "mulheres de rosa beijam bem".
blé, odeio ¬¬
ainda bem que nunca li esses blogs que vc citou.

flavia SOUSA disse...

cara.. os posts da Djuli são graaandes, mas sempre vale a pena ler tudo até o final :)

Julia disse...

"Se esta acima do joelho ela só quer dar ums beijos. Se for abaixo e ao dancar ela mover a perna de modo a fazer circulos, ela quer ir alem".
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Ri horrores disso.

Eu acho que a grande questão é que muita gente esquece que as pessoas são seres individuais. É muito mais fácil vc colocar um rótulo e separar por tipos, como tempero. Hoje eu quero um tempero picante na comida, aí eu vou lá no potinho escrito pimenta e pronto. Tem vários tipos de pimenta, mas who cares? O importante é que arde e pronto.

Valeska disse...

Sabe o que é pior, muita gente lê essas coisas, acha bonitinho e acaba se "encaixando" nos padrões. Tipo as dicas de inúmeras revistas adolescentes e femininas: as meninas/mulheres lêem e saem correndo fazer igual...